Complexo Arquitetónico dos Clérigos | Porto Cool
Entrar | Registar

visitar > museus e galerias

Complexo Arquitetónico dos Clérigos

Desde 1750

Monumento Nacional desde 1910, o Complexo Arquitetónico dos Clérigos é um dos mais importantes e emblemáticos do Porto, recebendo milhares de turistas todos os anos e encantando uma e outra vez quem o visita. Dividido em três espaços – a Torre, o Museu e a Igreja - não pode despedir-se do Porto sem o conhecer.

A Torre dos Clérigos é um cartão de visita típico do Porto, e o seu destaque é merecido. As obras terminaram em 1763 com a colocação da cruz de ferro no topo e a imagem de São Paulo no nicho sobre a porta. O projeto foi de Nicolau Nasoni e foi apresentado 10 anos antes. Caracterizada pelo estilo barroco, a Torre tem mais de 75 metros de altura e deslumbra pela vista de 360º que apresenta sobre a cidade – são 225 degraus mas garantimos que o esforço compensa no final, sobretudo quando fazemos a visita ao final da tarde e podemos apreciar o pôr-do-sol.

O Museu, por sua vez, promove uma visita ao passado. Aqui, é possível percorrer a Casa do Despacho, a Sala do Cofre, o Cartório e a antiga Enfermaria da Casa da Irmandade. O acervo do Museu dos Clérigos inclui bens culturais de valor artístico, desde o século XIII até ao século XX. Uma função que se perdeu no tempo deu lugar a um museu onde apreciamos o património português. Dividida por três salas, a exposição convida-nos a fazer uma viagem pelo tempo, pela imagem e pelo espaço.

A Igreja dos Clérigos é igualmente importante. Também projetada por Nicolau Nasoni, começou a ser construída em 1732, mas só em 1749 as obras foram dadas como concluídas. Em destaque está a galeria que circunda toda a nave, a cúpula que ostenta o brasão de armas da Irmandade dos Clérigos e os quatro altares laterais: o do Santíssimo Sacramento, o da Nossa Senhora das Dores, o de Santo André Avelino e o de São Bento. A inspiração barroca é óbvia, e ao fundo, a capela-mor inclui um altar de mármore onde predomina um trono coroado pela imagem da Nossa Senhora da Assunção. Os dois órgãos de tubos ibéricos, que só ficaram concluídos em 1777, são o toque final perfeito no espaço.

Visitar os Clérigos é entrar numa viagem onde a modernidade e a tradição andam de mãos dadas. Não vai perder esta oportunidade, pois não?

Dica Cool: Mediante inscrição, existe a opção de fazer uma visita guiada ao Complexo Arquitetónico dos Clérigos.

Horário

Todos os dias: das 09h00 às 19h00.